segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Amanhecer inquietante...


Peão 1: Estas duas vitórias, não vão afrouxar a AG Extraordinária, pois não?
Peão 2: Não, claro que não. O Processo Revolucionário está Em Curso (PREC)...
Peão 1 Mas... mas... a nossa bandeira... o nosso MOTIVO... a nossa JUSTA CAUSA, para destituir o presidente, não são... os maus resultados desportivos...
Peão 2: Sim...bem... quer dizer... Olha, deixa que os nossos líderes estão a tratar de tudo...
Peão 1: Merda, as vitórias tinham de aparecer agora...

Avisos:

  • É importante ler os estatutos do Sporting Clube de Portugal. 
  • É importante perceber, o motivo da vontade expressa pelo Eduardo Barroso, Bruno Carvalho, Daniel Sampaio, Pedro Baltazar, no sentido de o Godinho Lopes renuncie ao cargo, quando o "PREC" está em marcha? 
  • Para a realização da AGE dizem que estão reunidos os requisitos:
    • mínimo de mil e quinhentos votos de sócios efectivos, no pleno gozo dos seus direitos;
    • depositaram na tesouraria do Clube a importância necessária para as despesas inerentes.
  • Na AGE tem de estar presentes os sócios requerentes que detenham, pelo menos, mil duzentos e cinquenta votos.
  • Para a efectiva destituição de um membro de um órgão social depende de JUSTA CAUSA.
  • Os resultados desportivos podem ser a justa causa?
  • O Sporting Clube Portugal tem um passado, um presente e um futuro.

sócios vs sócios
Os sócios elegeram o Godinho Lopes.
Outros sócios, desde a 1ª noite pós-eleições, quiseram destituir o presidente eleito.
Para alguns, a destituição tinha de ser feita nem que fosse à força.

Até se podia dar o absurdo do seguinte:
Na 1ª semana pós-eleições, com os mil e quinhentos votos de sócios e reunindo a verba para o efeito, pode ser possível, contrariar a vontade expressa de outros sócios na Assembleia eleitoral, desde que para o efeito se apresentasse uma JUSTA CAUSA... que podia ser... os resultados desportivos... sei lá...
Isto pode ser um precedente gravíssimo!!!

O PMAG viola constantemente a ética do lugar que ocupa.
Dá-se ao desplante de anunciar uma AG que ainda não tinha sido requerida, formalmente não existia.
É certo que a iniciativa Dar Rumo ao Sporting, é encabeçada por dois elementos apoiantes da lista do PMAG.
Vem a publico pedir a renuncia do presidente.
Vem a publico dizer que o Miguel Lopes não serve, ainda se fosse o Kleber...
Nessa AGE não se pode votar a destituição do PMAG?

23 comentários:

  1. Concordo com muito do que dizes conselheiro. No entanto, considerar que duas vitórias seguidas, eu sei que é raro nesta altura, tornam uns terríveis resultados desportivos em bons é rídiculo.

    SL

    ResponderEliminar
  2. Não e bom estas vitorias, mas e um comeco.
    Quanto a AG esta se se vier a verificar e um assalto ao poder.
    Acho uma vergonha, pois tbm ha mtos socios que sao contra a AG e acham que o mandato deve ser levado ate ao fim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E esses sócios, como os demais, a favor ou contra, têm direito de voto, voz e representação na AGE. É só dizer presente e votar de acordo com o que acreditam.

      Eliminar
  3. Deve ter sido uma semana e meio dificil para os abutres que pairam no ar.

    ResponderEliminar
  4. O PMAG e o pior de toda a historia do meu clube.

    ResponderEliminar
  5. Subscrevo inteiramente.
    Acrescento, isto é uma forma de derrubar um presidente.
    Um grupo de adeptos aproveita-se dos resultados desportivos e recolhe assinaturas.
    "por acaso" esse grupo de adeptos é apoiante da lista do candidato bruno carvalho que nunca deixou de fazer oposição especialmente na hora das derrotas.
    Esse candidato, mete dinheiro para que aja a AGE.
    Que vai ser organizada pelo PMAG que tudo tem feito para derrubar o presidente do conselho directivo.
    Acaba por "meia-duzia" de sócios, fazer cair uma decisão eleitoral da maioria dos votantes...

    GOLPE PALACIANO

    ResponderEliminar
  6. Quanto à AG, é muito simples: faz-se, visto que existem as assinaturas e o dinheiro necessários. Depois está nas mãos dos sócios, o Godinho fica ou sai, mas, em última instância, teremos que respeitar a decisão final.

    SL

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  8. 1º elevar duas vitórias consecutivas perante o desastre que tem sido a época desportiva é simplesmente de génio.

    2º Boa distorção dos motivos do movimento, mas quem não gosta de ser enganado, aqui estão as razões:

    Falhou desportivamente:
    No Futebol
    a primeira época agravou a tendência de um Sporting sem títulos, longe do Campeonato e fora do pódio (afastado por isso da Liga dos Campeões);
    a segunda época apresenta, ao fim de apenas dois meses, uma série de circunstâncias negativas raras no Sporting:
    Taça de Portugal: eliminação no primeiro jogo realizado, o que não acontecia há 14 anos.
    Liga Europa: um ponto em 3 jogos, e independentemente de resultados futuros a pontuação será sempre a mais baixa de sempre.
    Campeonato: o Clube encontra-se mais próximo da descida de divisão (1 ponto) que do primeiro lugar (8 pontos);
    Nas restantes modalidades: um dos anos com menos títulos da história recente do Sporting.
    Falhou financeiramente:
    O presente é pior que o passado:
    não só não surgiu o prometido fundo de 100 milhões, como ainda se agravou mais a situação financeira do clube com um novo empréstimo de 40 milhões;
    o passivo do Clube cresce dramaticamente, ao invés de se reduzir para os 200 milhões jurados;
    o resultado negativo de 90 milhões de Euros em ano e meio é o pior resultado de qualquer Direcção na história do Sporting;
    O futuro está comprometido:
    aumentaram os encargos graças aos novos empréstimos pedidos à banca;
    grandes fatias dos passes pertencentes a jogadores influentes e/ou com potencial no plantel que foram vendidos, alguns abaixo do valor de compra (o Sporting detém 20% de Salomão; 30% de Carrillo, André Santos e Cédric; 35% de Wilson Eduardo, André Martins, Rinaudo, Wolfswinkel e Insua; 37,5% de Schaars) – perde-se por isso dinheiro no imediato, vendendo por menos do que se comprou, e perde-se uma fonte de rendimento crucial no futuro, já que pouco lucro da venda de jogadores reverterá para o Sporting.
    Falhou na Direcção
    Promessas eleitorais estruturantes provaram-se fraudulentas:
    não existe um fundo de 100 milhões;
    o passivo está a crescer, não a diminuir;
    a renegociação com a banca resultou, afinal, num novo empréstimo e com juros mais elevados (9,25%)
    não há estabilidade na estrutura do Clube, que aos poucos se desintegra;
    e outras discrepâncias entre o dito e feito;
    A estrutura directiva eleita já não existe:
    Dois Vice-Presidentes, Carlos Barbosa e Paulo Pereira Cristóvão, demitiram-se no espaço de um ano: o segundo associou o até então impoluto nome do Sporting Clube de Portugal a condutas criminosas;
    Os dois responsáveis máximos do futebol do Sporting, Luís Duque e Carlos Freitas, também já não fazem parte dos quadros do Clube;
    A equipa de futebol do Sporting teve três treinadores em pouco mais de uma época (Domingos Paciência, Ricardo Sá Pinto e Franky Vercauteren):
    os dois primeiros continuam a receber ordenado sem cumprirem qualquer função dentro do Clube;
    numa incapacidade sem precedentes, o Sporting esteve 19 dias sem treinador, situação que provocou danos desportivos irremediáveis para a época presente.

    ResponderEliminar
  9. Eu sócio com a s quotas em dia...não voto a destituição do actual presidente que deve acabar o seu mandato...
    Espero que todos estejam bem cientes do grave problema que pode ser criado...se o poder "cair na rua..."

    E não estou contente com o actual rumo do Sporting...apenas não gosto de saltos...no escuro...

    ResponderEliminar
  10. Nem mais, um golpe palaciano de um bando de abutres liderado pelo PMAG de acordo com o guião do BC.
    O Curioso é que o PMAG agora já só quer marcar a AGE para depois da reestruturação financeira.... então quem acha, como ele e o seu candidato, que o GL é um mau gestor vai deixar tão importante decisão que condiciona o futuro do SCP nas mãos do GL???? É mais uma prova do reconhecimento da incompetência desses senhores de se afirmarem sequer como alternativa, pois criticam mas não tem qualquer alternativa viável nem condições para negociar o que quer que seja e esperam que sejam os outros a faze-lo por eles.

    ResponderEliminar
  11. Mais uma vez, revelas a tua ignorância, caro conselheiro desaconselhado.

    Para marcar a AGE, são precisos assinaturas equivalentes a MIL votos e não mil e quinhentos como dizes (isso era válido para a anterior revisão dos estatutos). E têm que estar presentes, sócios requerentes que correspondam a 750 votos.

    Lê aqui os estatutos actuais e educa-te: http://www.sporting.pt/Clube/estatutos/estatutos.asp

    E obviamente que a justa causa não serão os restulados desportivos, mas sim a incompetência/incapacidade desta direcção (já provou isso várias vezes em mais do que uma matéria) e a falta de projecto e rumo para o futuro do clube.

    SL

    ResponderEliminar
  12. Gostaria que alguém que saiba me responda, por favor, se é assim ou não. À Assembleia Geral podem ir todos os sócios com as quotas em dia. É apresentada uma moção de destituição (ou outra ou outras) tem que ser votada, se a maioria dos votos for a favor a Direcção é destituída, se a maioria dos votos for contra a destituição, a Direcção continua. É assim? Se assim for não é um dado adquirido que a Direcção caia, depende da votação. Se alguém souber mais agradeço um esclarecimento? SL

    ResponderEliminar
  13. Quem é a favor da merda que tomou conta do Sporting que vá à AG e vote contra.
    Os estatutos permitem esta situação... O Movimento "Dar Rumo ao Sporting" cumpriu os estatutos...
    EM DEMOCRACIA É ASSIM... CAROS CONSELHEIROS DAS VOSSAS CONSCIÊNCIAS

    NOTA: Golpe palaciano foi o que aconteceu com a entrada do Roquette e seus acólitos no Sporting Clube de Portugal.

    ResponderEliminar
  14. Vocês ao acharem que é pelos maus resultados desportivos que se realiza uma AGE demonstra o vosso total alheamento da realidade

    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  16. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  18. A diferença no futebol é que finalmente não temos um treinador de risco ao meio.

    Isso basta para fazer a diferença.

    Quanto à Assembleia Geral acho que se deve destituir toda esta gente e rapidamente. Apenas me preocupa uma coisa. E se a nova direcção não tiver o aopio de todos os sócios, tb não ganhar campeonatos de futebol, diminuir o passivo do clube e da SAD? Convocamos outra Assembleia a seguir?

    Ed

    ResponderEliminar
  19. Anónimo das 15:19,

    Obviamente que a marcação da AG não pressupõe a demissão do presidente. Serão sempre, em última instância, os sócios a decidir se há destituição ou não, evidentemente, através de votação.

    SL

    ResponderEliminar
  20. Papalvo 1 - estes gajos ainda não se calaram com a porcaria da AGE? Será que não viram as vitórias sobre os poderosos Paços e Olhanense?
    Papalvo 2 - pois... Se calhar não viram! Ou então não sabem que a nossa "bandeira", o nosso propósito é ser tão grande como os maiores da europa!
    Papalvo 1 - pois.... deve ser isso! estes gajos não são Sporting! Afinal, que sentido faz não apoiar uma direcção que em 26 jogos tem 6 vitórias e que a meio da época tem hipotecadas todas as possibilidades de vencer um título?!
    Papalvo 2 - pois.... não compreendo...

    ResponderEliminar
  21. A bancada nascente devia rever o seu nome para bancada alucinante... Fdx a serio? Mau de mais

    ResponderEliminar
  22. Sinto-me enojado de haver alguns pseudo sportinguistas (dizem eles que são sportinguistas) que querem as derrotas do Sporting para que o candidato preferido deles suba ao Poder. Esses de certeza absoluta não são do Sporting. A mim tanto me faz que esteja lá o Manuel ou o Joaquim, eu quero é que o Sporting ganhe jogos e seja campeão.

    ResponderEliminar