sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

De TOP



1 comentário:

  1. Vou deixar aqui um texto do blog leoninamente, contendo as palavras do ex-jornalista dedicado à área de investigação desportiva que trabalhou no Sporting, na altura de Dias da Cunha:

    ""Estou triste com o que está a acontecer com o Sporting. Trabalhei 6 anos no clube de Alvalade com o sentido de ajudar a limpar e abrir novos caminhos. Foi o período mais vitorioso dos últimos 20 anos. Não tenho de me queixar porque fui pago para isso. Mas se o Sporting quiser encontrar o seu caminho, a primeira coisa que tem a fazer, é libertar-se da aliança e espiões que tem a Norte. Que lhe sirva de exemplo o que aconteceu ao Salgueiros e Boavista quando optaram pela mesma aliança.

    Vou dizer-vos uma coisa, uma só, porque não posso ir mais além. Quando Dias da Cunha teve conhecimento de que o clube era um centro de negócios para alguns, alguns ilustres sportinguistas, fizeram tudo, mas mesmo tudo, para que ele se demitisse. Mostrei-lhe provas de como os meus relatórios, pagos pelo clube, iam parar às mãos de Pinto da Costa e Valentim Loureiro e havia apenas 4 pessoas que tinham acesso a eles. Arranjei provas de como eram negociados alguns jogadores com graves prejuízos para o Sporting e o envolvimento que havia entre dirigentes sportinguistas e presidentes de clubes do Norte. Eu, com ajuda preciosa de um grande sportinguista que trabalhava no clube, arranjamos provas de como dirigentes do clube, nos bastidores com a ajuda de elementos da juve arquitectavam a derrota para criarem mau ambiente ao presidente e ao treinador. Sabem o que fizeram? elegeram os traidores e os negociantes e voltaram a eleger e a eleger os mesmos traidores. Chegaram mesmo ao ponto de contratarem um elemento ligado à claque para agredir um elemento que estava comigo nas investigações. Tenho todos os meus relatórios e juro-vos que se um dia eles fossem publicados dariam o livro mais polémico da história do futebol.

    Tenho lido com atenção todos os comentários e só me ocorre uma coisa: isto não é um problema do Sporting é um problema do povo português. No futebol como na política ninguém se mostra atento com quem nos prejudica e quando confrontados com um novo problema voltam a errar e a apostar em quem os traiu. A bandeira eleitoral de Godinho Lopes, foi Carlos Freitas, um negociante de jogadores que nem sportinguista é. Um elemento que já foi despedido do Sporting por 4 ou 5 vezes e sempre em situações pouco claras. Pois os sportinguistas voltaram a apostar nele e voltaram a despedi-lo. Querem o quê afinal?!..."

    Marinho Neves na sua página do Facebook em 13.12.2012: https://www.facebook.com/marinho.neves

    Lembram-se do "Golpe de Estádio"?!... Marinho Neves foi o seu autor. Ainda acredito que um dia publicará o "Golpe de Estádio II", como em tempos as suas palavras deixaram perceber. Sou seu fã e amigo no Facebook e ontem apreciei a sua frontalidade, coragem e desassombro.
    O grande Zeca Afonso cantou: "O que faz falta é avisar a malta!..."

    Leoninamente,
    Até à próxima"

    http://leoninamente.blogspot.pt/2012/12/nao-vai-de-outro-jeito-entao-so-bomba.html

    Para quem leu isto, agora eu pergunto: juntando estas palavras (que não são novidade para quem anda atento) àquilo que todos nós vemos que acontece no nosso clube e ao estado a que o Sporting chegou, o que será preciso mais para que os sócios e adeptos abram os olhos de vez ?

    Está na altura de uma limpeza séria no Sporting!

    SL

    ResponderEliminar